Rain Collector Skyscraper – Edifício que captura água de chuva

autocad-projeto-arquitetonico

Rain-skyscraper (1)

Estudantes poloneses do 4º ano de arquitetura da Academy of Fine Arts, Ryszard Rychlicki e Agnieszka Nowak da H3AR receberam uma menção especial para a sua proposta na competição de arranha-céus em 2010, o Rain Collector Skyscraper. A proposta se baseia no consumo de água dos habitantes nos EUA, visando captar a água da chuva, tanto quanto possível, através da cobertura e do design inovador da fachada em formato de concha.

Rain-skyscraper (2)

A proposta de edifício que captura a água da chuva é uma construção cuja cobertura e fachada externa consiste em um sistemas de calhas que visam capturar chuvas tanto o quanto possível para atender às necessidades diárias de seus habitantes. O consumo médio diário de água por pessoa é de 150 litros, dos quais 85 litros podem ser substituído por água da chuva. Nos últimos trinta anos, esse consumo de água aumentou significativamente.

Muitos fatores  contribuem para o aumento do consumo como, por exemplo,  o aumento de número e máquinas de lavar roupa e máquinas de lavar louça, além dos dispositivos de regar o jardim e os vasos sanitários. Um terço da água utilizada em residências nos países ocidentais é usada nos banheiros. Desde 1900, o consumo total de água em os EUA aumentou em 1.000 %. Neste momento, um norte-americano usa em média cinco vezes mais água que um cidadão dos países em desenvolvimento. Esse aumento está relacionado com, entre outros, melhorias no padrões de vida.

Por outro lado, uma mania nacional dos dinamarqueses é a coleta de água da chuva para lavar e regar as plantas. Nos últimos 10 anos o uso médio de água pura na Dinamarca caiu 40% e os habitantes nas chamadas eco-aldeias utilizam um terço da média nacional. Perante estes dados, decidiu-se propor uma torre cuja estrutura permitirá a captura e processamento da água da chuva tanto quanto possível para fornecer  água para seus habitantes.

combo 3ds

Rain-skyscraper (3)

Durante anos vêm se desenvolvendo sistemas de captura e processamento de chuva. Tais sistemas ajudam  a lidar com déficit de água ou excedentes. Dessa forma, pensou-se em copiar os mecanismos simples de captura e processamento de chuvas. Inicialmente, no projeto da torre, concentrou-se em dar forma e modelar a superfície da cobertura para captar chuva tanto o quanto possível.

Sob a superfície da cobertura, existem reservatórios de água sob a forma de um grande funil e plantações de cana, que servem como uma unidade de tratamento hidro-botânicos de água. A unidade processa a água da chuva em água utilizável que é levada até os apartamentos. Uma rede de calhas nas superfícies exteriores do edifício é concebida para capturar a precipitação que flui para baixo do edifício. Tais precipitação são transmitida para pisos e seu excesso é armazenado em um reservatório sob o edifício.

Rain-skyscraper (4)

Água capturadas e processadas pela torre podem ser usadas para limpeza, nos sanitários, para alimentar máquinas de lavar roupa/louça, regar plantas e outras aplicações de limpeza doméstica. Analisando-se a chuva ​​em várias grandes cidades dos países desenvolvidos pode-se obter uma fórmula que mostra o percentual de consumo diário de água pura que pode ser substituída por chuvas graças à tecnologia aplicada nesse conceito de edifício.

Fonte: Rain Collector Skyscraper / eVolo Skyscraper Competition 2010 | Ryszard Rychlicki + Agnieszka Nowak of H3AR

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
revit modelagem básica

José Eduardo Rendeiro

Arquiteto formado pela Universidade Mackenzie com atividades em escritórios de arquitetura e construções, além de projetos próprios. Trabalha com Autocad, Sketchup e Revit e dá suporte e produz conteúdo para Cursos Construir além de traduzir e escrever artigos de Arquitetura e Plataforma BIM para blogs específicos.