Impermeabilizantes

autocad-projeto-arquitetonico

Impermeabilizantes são hidrorepelentes, isso é, são substâncias que impedem a penetração de água. Costumamos utilizar em revestimentos de peças e objetos que precisam se manter secos. Eliminam ou reduzem drasticamente a porosidade (buraquinhos que permitem a entrada de líquidos) do material, de forma que preenchem esses espaços vazios, isolando-o de umidade.

A impermeabilização é tão importante que há uma norma regulamentadora específica pra ela, a NBR 9575: Impermeabilização – Projeto e Seleção. Esta é uma norma que estabelece um padrão de exigências e recomendações, para que sejam atendidas as condições mínimas de proteção contra infiltração de água nos locais necessitados; uma vez que a falta de um hidrorepelente gera umidade e problemas, como manchas na pintura, pisos soltos, revestimentos descascados; financeiros, como a desvalorização do patrimônio; problemas de saúde ao usuário, provocados pelo mofo, bolor etc.; e até de segurança, como oxidação das estruturas de proteção, batentes de janelas e portas. Nos casos mais críticos, a falta da impermeabilização pode comprometer a segurança e a estabilidade das edificações.

Tipos de sistemas de impermeabilização 

Os sistemas de impermeabilização podem ser classificados e mais comumente encontrados, como rígidos e flexíveis e estão relacionados às partes que estão sujeitas ou não, a fissuração (rachaduras ou trincas). Cada área requer um tipo de impermeabilização, de acordo com as suas características. A primeira coisa que você deve saber: nunca use o mesmo material como remédio para todos os problemas. Em casa, são empregadas no isolamento de fundações (durante a construção), pisos, telhados, lajes, paredes, reservatórios e piscinas. 

….

Impermeabilização rígida 

A impermeabilização rígida é aquela que torna a área aplicada impermeável pela inclusão de aditivos químicos, aliado à correta granulometria dos agregados e redução da porosidade do elemento, entre outros. Os impermeabilizantes rígidos não trabalham junto com a estrutura, o que leva a exclusão de áreas expostas a grandes variações de temperatura. Este tipo de impermeabilização é indicado para locais que não estão sujeitos a trincas ou fissuras, tais como: 

– Locais com carga estrutural estabilizada: poço de elevador, reservatório inferior de água (enterrado); 

– Condições de temperatura constantes: subsolos, galerias e piscinas enterradas, galeria de barragens. 

i315767

Impermeabilização flexível 

Impermeabilização flexível compreende o conjunto de materiais ou produtos aplicáveis nas partes construtivas sujeitas à fissuração que podem ser divididos em dois tipos: moldados no local, chamados de membranas e também os pré-fabricados, chamados de mantas. 

Os sistemas pré-fabricados, como a manta asfáltica, possuem espessuras definidas e controladas pelo processo industrial, podendo ser aplicados normalmente em uma única camada.  Indica-se o uso para áreas com 50 m² ou mais.

O sistema moldado no local que pode ser aplicado a quente, como os asfaltos em bloco, ou aplicado a frio, como as emulsões e soluções, possuem espessuras variadas. Exigem aplicação em camadas superpostas, sendo observado para cada produto, um tempo de secagem diferenciado. 

autocad-pacote-premium

O sistema flexível de impermeabilização é normalmente empregado em locais tais como: 

– Reservatórios de água superior; 

– Varandas, terraços e coberturas; 

– Lajes maciças, mistas ou pré-moldadas; 

– Piscinas suspensas e espelhos d’água; 

– Calhas de grandes dimensões; 

– Galerias de trens; 

flexivel

Outros tipos de impermeabilizantes encontrados no mercado :

………..

Moldada no lugar

A impermeabilização feita in loco é obtida pela aplicação, a frio ou a quente, de sucessivas demãos de um impermeabilizante líquido na superfície a ser tratada, que forma depois de seco, uma membrana flexível e sem emendas. Os produtos desse sistema variam em relação à flexibilidade, à resistência aos raios solares e aos procedimentos de aplicação, entre outros aspectos.

Membranas moldadas no local

..

Membranas sintéticas

As mantas pré-fabricadas à base de diferentes tipos de materiais sintéticos (PEAD, PVC, TPO, EPDM, etc.) também podem ser utilizadas nos sistemas impermeabilizantes. Feitas a base de materiais elásticos e flexíveis, adaptam-se com facilidade a locais sujeitos a movimentações e vibrações. Também são resistentes aos raios ultravioleta e a ataques químicos, dependendo de sua formulação.

 

Membranas sintéticas

 

 

 …….

Fontes: Pini, Fórum da Construção, Fórum da construção (2), Wikipidia

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
revit modelagem básica

Veterana em Edificações do IFSP, é desde 2008, graduada também na área de Turismo.