Danos ambientais fazem com que obras do maior edifício residencial da América do Sul, o Infinity Coast, sejam embargadas.

autocad-pacote-premium

As obras do edifício Infinity Coast, que foram iniciadas em Julho de 2013, acabam de ser embargadas pela Justiça do estado de Santa Catarina, pelos danos ambientais e pelas irregularidades dessa mesma área. Ela fica em Balneário Camboriú e seria o maior edifício residencial de toda a América do Sul. Não se sabe o destino do empreendimento, mas pelo Ministério Público de Santa Catarina, deverá ser feita a demolição parcial do prédio. O caso ainda está sendo julgado e analisado pelos órgãos ambientais.

Infinity Coast-01

A estrutura desse edifício é simplesmente impressionante, e foi projetada nos moldes dos prédios de Dubai, referência na construção arquitetônica em todo o mundo. O projeto, que também pode ser anulado caso os pedidos do MP-SC sejam aceitos, foi feito pelo arquiteto Andres Juan Bandeo. A altura total do prédio é de 240 metros, e teria 66 andares. Em cada um deles, dois apartamentos com duas ou três suítes.

O terreno no qual estava sendo construído tem 4.500 m², no bairro Barra Norte. Nas proximidades dessa área está o Canal do Marambaia, e é aí que se encontra todo o problema. A distância mínima para um empreendimento é de 30 metros. O conjunto, no entanto, está a apenas 11,92, desrespeitando as normas ambientais. A FG Empreendimentos, que é responsável pela construção, não aceita a decisão e afirma que a medição foi feita errada. A parte da construção que está a essa distância é o muro, e deve-se contar o edifício em si, e por isso reivindicarão a decisão na justiça.

Infinity Coast-03

A parte estrutural foi feita por uma empresa brasileira, o escritório Kálkulo, que fica em Curitiba. Para que não houvesse problemas, tendo em vista que é um modelo muito diferente do comumente utilizado por aqui, a empresa Building Research Establishment Ltd (BRE), de origem britânica, fez todo um acompanhamento no formato de consultoria.

.autocad-projeto-prefeitura

Infinity Coast-06

Foram necessárias 125 estacas de 1,50 metros de diâmetro cada, sendo que algumas ainda maiores, numa profundidade máxima de 38 metros perfurados, para que o edifício ficasse de pé. Segundo André Capro Bigarella, engenheiro do projeto, toda a periferia da construção é feita apenas com concreto. De alvenaria, somente as paredes divisórias é que seriam. Incrível, não?

Infinity Coast-05

A obra tem encarado, e se prosseguir, ainda encarará vários desafios, relacionados diretamente à sua altura, que dificulta, por exemplo, o transporte de materiais. Mas é claro que nada disso será em vão. Em projeto consta uma infraestrutura incrível de resort, com 23 itens do melhor nível. Não spas externos, cinema, pomar, game station, saunas secas e úmidas, um pub, muro de escalada, mini golf, academia e uma estrutura completa de saúde com pilates, sala de massagem, sala de descanso, etc…

Infinity Coast-02

Até o momento o edifício mais alto do Brasil é o Mirante do Vale, em São Paulo, com 170 metros, mas esperamos que até 2017, prazo estimado para a finalização das obras, o Infinity tome esse lugar!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
combo 3ds

Rafael de Oliveira Bolonha

Estudante de Engenharia Civil da Univix – Faculdade Brasileira, em Vitória, Espírito Santo.