Conheça a Arena da Baixada, mais um estádio que foi entregue à FIFA para a Copa do Mundo.

revit modelagem básica

E mais um estádio da Copa do Mundo foi entregue na mão das concessionárias que cuidarão deles durante a copa do mundo. Essa foi a vez da Arena da Baixada, em Curitiba. Ela sediará quatro jogos da fase de grupos, mas ainda não está pronto. Para que as coisas na parte interna começassem a ficar prontas, o espaço passou a ser dividido com o canteiro de obras. No dia primeiro de junho devem ficar prontas, data na qual o sul-coreano Man Gim Shil, responsável pela concessão, chegará ao país.

arena-da-baixada-reforma-01

A entrega do estágio ao Comitê Organizador Local (COL) da FIFA aconteceu sem qualquer cerimônia, que em outros estádios teve, já que o prazo está no final e em menos de três semanas já acontecerá o primeiro jogo do evento.

arena-da-baixada-reforma-08

As obras de finalização estão principalmente no entorno da localidade, terminando algumas estruturas como tendas para imprensa, estandes de patrocinadores, área de integração dos turistas e das catracas que darão acesso a esse espaço, esses que ficarão na Praça Afonso Botelho. Dentro só faltam alguns detalhes, como acabamento de pintura, limpeza geral, acabamento das cabines de imprensa e tribuna. Falta também terminar a instalação de serviços 3G, 4G e WiFi para os funcionários, que precisam desse sinal para trabalhar.

arena-da-baixada-reforma-09

O estádio sediará a partida entre Irã e Nigéria (16/06), Honduras e Equador (20/06), Austrália e Espanha (23/06) e Angélia contra a Rússia (26/06)

 

PROJETO

O projeto é do arquiteto Carlos Arcos, e utilizou o conceito “ser uma caixa iluminante para a cidade”. A fachada tem 6 mil m² de área é toda trabalhada em material semi-transparente, permitindo que pessoas na parte externa do estádio vejam o que está acontecendo na parte interna, ainda com a ajuda da iluminação muito bem feita. São, ao todo, 4.900 luminárias espalhadas pelo estádio para dar esse estilo do estádio luz. No teto, que tem característica retrátil, há 308 refletores, que farão com que o campo não tenha nenhum problema com luminosidade.

arena-da-baixada-reforma-02

A transmissão interna no jogo acontecerá em dois telões gigantescos, de 77 m² cada, instalados estrategicamente atrás de cada um dos gols. As áreas internas do estádio, onde há área de circulação, lojas, restaurantes, etc, contarão com 1,5 mil autofalantes, e na arquibancada 24 clusters farão o trabalho de sonorização.

Os estádios brasileiros em geral são conhecidos pelo grande espaçamento entre campo e arquibancadas, sendo esses reforçados com várias grades ou vidros de segurança. Porém, assim como no maracanã, a Arena da baixada terá uma interação muito forte entre o campo e a torcida. São apenas 7,80 metros de distancia entre a parte de trás do gol e a arquibancada, sendo que nas laterais esse valor cai para 6,10. Antigamente haviam 3 mil lugares em pontos cegos do estádio, que hoje foram totalmente retirados, com 100% de visualização onde quer que esteja o torcedor.

autocad-projeto-arquitetonico

arena-da-baixada-reforma-06

A capacidade total do estádio depois da reforma, que foi iniciada em 2011, é de 43 mil pessoas. Elas farão o acesso através de 95 catracas (sendo 15 para portadores de necessidades especiais). Os lugares mais caros, com ingressos VIP, que contabilizam aproximadamente 3 mil, tem assentos estofados e rebatíveis. Outros 23 mil também são rebatíveis, e 17 são num formato monobloco.

arena-da-baixada-reforma-03

Assim como há catracas, há também lugares especialmente reservados para portadores de deficiência, e totalizam 434. Desses, 212 são para cadeirantes, 88 para pessoas com mobilidade afetada, 88 para obesos e 46 para pessoas com deficiência visual.  Há também os 35 camarotes, que contam com serviço completo de alimentação, local de interação próprio, estacionamentos e elevadores exclusivos e suportam, cada um, de 12 a 24 pessoas.

arena-da-baixada-reforma-07

Para os torcedores que pretendem ir de carro, há 884 vagas cobertas divididas em dois níveis, com 20 vagas de deficientes e ainda 175 banheiros. A segurança é feita por 190 câmeras espalhadas e as saídas foram estrategicamente elaboradas para que a evacuação total seja feita em apenas cinco minutos.

arena-da-baixada-reforma-04

Como já foi falado, as obras tiveram início no ano de 2011, mais especificamente em dezembro, e seriam entregues em março de 2014. Ele custou R$ 330 milhões, sendo que o preço inicial era de “apenas” R$184 milhões. Este um ano de atraso foi acarretado justamente por vários problemas financeiros. Primeiramente houve confusão no repasse do empréstimo feito junto ao BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e também com o caixa do clube dono do estádio, o Clube Atlético Paranaense. Esse atraso fez com que fosse cogitada a exclusão do estádio dos planos pela FIFA.

arena-da-baixada-reforma-05

Fonte: PiniWEB

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
combo 3ds

Rafael de Oliveira Bolonha

Estudante de Engenharia Civil da Univix – Faculdade Brasileira, em Vitória, Espírito Santo.